top of page

Allan Ashfield e Saldanha Junior vencem na estreia da divisão GTD

Atualizado: 21 de set. de 2023

Teve início na noite de ontem, a divisão GTD da Heineken 0.0 Masters of Track Road to Pro 2024. Assim como a divisão GTP, a categoria que acolhe pilotos com até 2600 de iRating, fez a sua estreia no Autódromo de Monza.


A classificação deu o tom do equilíbrio que a categoria terá durante toda a temporada. 26, dos 36 pilotos no grid, estavam separados por menos de 1 segundo. Allan Ashfield foi muito bem na classificação, cravando a pole-position. Pedro Valentim, piloto estreante na categoria largou em segundo, e o português Estevão Lourenço largou em 3º. Celio Vinícius e Lucas Silva completaram o Top 5 na classificação.



Largada da 1ª bateria em Monza
Largada da 1ª bateria em Monza


Allan Ashfield acelerou assim que o pace car apontou para os boxes, conseguindo uma largada forte e segura. Um toque envolvendo Luiz Felipe Alves e Rodrigo Gadelha, quase desencadeou uma acidente em massa. Felizmente, o piloto da Phantom conseguiu retomar o controle o quanto antes, e os demais pilotos conseguiram reduzir a velocidade ao ver o acidente a frente. Com o engavetamento na primeira chicane, os 7 primeiros colocados conseguiram boa vantagem para os demais.



Allan Ashfield vence a corrida 1, com ótima estratégia de box
Allan Ashfield vence a corrida 1, com ótima estratégia de box


Após um 3 wide antes das duas di Lesmo, Pedro Valentim consegue colocar por dentro, e fazer a ultrapassagem sobre Allan Ashfield, assumindo a liderança da corrida. Na sequencia, Célio e Allan se tocaram, e o piloto da Cel Energia Racing levou a pior. A corrida seguiu com disputas em todos os pelotões, até a parada em box. Pedro Valentim precisou dar ré ao parar nos boxes, e perdeu muito tempo, facilitando a vida de Allan Ashfiel que reassumiu a liderança da corrida 1.


Allan conseguiu manter boa vantagem para seus adversários após a parada, vencendo com tranquilidade a corrida 1 em Monza. Barba, cabelo e bigode para o piloto da Bengutan que fez a pole, cravou volta mais rápida, e venceu a corrida 1. Pedro Valentim terminou em 2º, e Lucas Silva, piloto da Voltz foi o 3º. Eduardo Toaldo e Estevão Lourenço, completaram o Top 5 da corrida. Igor Pires, piloto da Phantom, ganhou 14 posições durante a corrida, saltando da 23ª posição, para terminar em 9º, após os 45 minutos de prova.


A inversão de grid trouxe ainda mais ansiedade para os pilotos em pista. Antes mesmo de cruzar a linha de largada, um acidente na saída da parabólica envolveu diversos carros, o que acabou prejudicando vários pilotos antes mesmo da corrida começar. Com o acidente, o grid se dividiu em 2 grupos, tirando boa parte da emoção da segunda corrida de 20 minutos. Outro toque envolvendo Thiago Tavella e Leonardo Otero na reta, trouxe mais confusão para a corrida.



Antes da largada da corrida 2, confusão na saída da parabólica
Antes da largada da corrida 2, confusão na saída da parabólica


Alheio as confusões acontecendo lá atrás, Saldanha Junior fez uma corrida maiúscula, e venceu com autoridade a corrida 2 no Autódromo de Monza. O piloto da AC7 e-Racing Team, não deu chances aos adversários, e venceu com boa vantagem para Célio Vinicius, que ganhou nada menos que 24 posições, e terminou em segundo, Murilo de Jorge, que também fazia sua estreia no IRB, conseguiu segurar o ímpeto de Lucas Silva e Marcio Rincon, se juntando ao seleto grupo de pilotos que estreiam com pódio no IRB.



Vitória maiúscula de Saldanha Junior na Corrida 2
Vitória maiúscula de Saldanha Junior na Corrida 2


Os escaladores da confusa corrida 2, além de Célio Vinícius, foram Lucas Ripke da Visamundo Grip Racing, Gustavo Veneziano da Veneziano Racing e Gabriel Perez, da Scuderia Foratto.


A próxima etapa será daqui 15 dias no sinuoso circuito de Hungaroring. Um desafio maior e mais difícil para os pilotos. Até lá!



Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page